3 peças para sobreviver ao frio

3 peças para sobreviver ao frio

Lerigou, lerigou – tá frio mesmo, gente.

Nas últimas semanas, temos visto a temperatura caindo muito – São Berlondres registrou manhãs com 6ºC quase todos os dias. Isso quer dizer que o frio tá de matar mesmo (já registraram morte de moradores de rua por hipotermia, então doe seus casacos antigos!).

O nosso problema com a temperatura fria e o trabalho é a dificuldade em se mexer – se considerarmos casaco, suéter, blusa de baixo e tudo mais. A gente fica meio pinguim. Minha mãe é super friorenta e sofre muito com as temperaturas baixas, então ela é expert em se proteger do clima gélido paulista. Por isso, fiz um benchmark com ela e listamos 3 coisas super práticas e básicas para sobreviver ao inverno, sem ter que usar mil camadas grossas.

Segunda pele. As marcas que vendem meia calça tem várias – de blusas com gola a regatas – e o tecido é bem fininho, mas esquenta bem, quando colocado como primeira camada. A Trifil lançou uma opção fofa, de poás – veja aqui.

Calça de fleece. Essas são as famosas segundas peles de quem vai fazer ski/snowboarding. Elas têm um teido peludinho por dentro, que esquentam muito! Uso por baixo das minhas calças, quando a temperatura tá criticamente baixa. A parte boa é que elas não são volumosas, então dá pra usar até com suas calças mais justinhas. A Decathlon sempre tem essas calças – veja aqui.

Meia 3/4 de algodão ou lã. Gente, não dá pra ser 100% bonito no frio. Eu, por exemplo, se estou com o pé gelado, meu corpo não esquenta. Então, procuro sempre proteger meus pés, quando estou de botas. A meia tem a vantagem de esquentar até o joelho, então te mantém confortável pelo dia todo. Encontre sua meia quentinha aqui – procurei umas estampadas, mas não achei… Pra mim, quanto mais brega e colorida, melhor.

E então, o que acharam? Eu adoro essas roupinhas de baixo, porque assim meus looks ficam diferentões e quentinhos ao mesmo tempo!

Beijos, C.

Compartilhe!

Comentários

Como Usar: Flare de Cintura Alta

Como Usar: Flare de Cintura Alta

Mais uma calça linda pra sexta – essa é cintura alta.

Alô alô, sexta chegou! Dia de colocar aquela calça transada moderninha fashionista e desfilar pelo escritório com seu casual look! Já contei aqui no blog um pouco sobre calça boyfriend no trabalho – veja nesse link – e hoje quero falar de flare de cintura alta. Não é segredo pra ninguém que eu amo uma calça flare, porque alonga e deixa a mana de 1,55m aqui se sentindo com pelo menos uns 1,80m! Hahaha. Mas a modelagem dessas calças conta e muito para um look bonito.

Quando as meninas da minha geração tinham em torno de uns 12 anos, a moda era usar calças de cintura baixa –  que ao longo do tempo causaram deformações nos nossos lindos corpos (falei nesse vídeo). Agora, a moda da cintura alta voltou e pelo jeito será mais duradoura. Ponto pra gente, pois disfarça aquela barriguinha e deixa nossa cintura mais fina, já que modela o corpo.

Mas, como usar a flare de cintura alta no trabalho, tornando o look moderno e corporativo ao mesmo tempo? A primeira coisa que pensamos é usar com cropped, mas no ambiente de trabalho essa não é uma boa alternativa, né. Então, fui lá no meu Pinterest e cacei várias inspirações de looks adequados para o trabalho com essa peça. Vem comigo.

Com blusas justinhas. A flare de cintura alta modela o corpo, como já falei. Então, aproveite a silhueta para usar uma blusa mais justinha – mas sem decotes e de preferência com as mangas, para cortar um pouco esse efeito de look de final de semana. Deixe o look todo meio low profile: não use muitos acessórios e nem sapato chamativo, e coloque a blusa por dentro da calça.

Como usar: calça flare de cintura alta

Com blusas soltinhas. Aí você pode usar até aquela calça mais justa e usar a blusa larguinha pra equilibrar as proporções. A combinação jeans + jeans fica linda e muito boho – vale a pena investir! Use também aquela blusa fluida de chiffon, ensacada só na frente, marcando o cós da calça. Fica lindo e muito estiloso.

Como usar: calça flare de cintura alta

Gostaram das dicas? Quem me acompanha no insta, sabe que eu uso sempre esse tipo de calça, então passa lá para conferir meus looks!

Beijos, C.

Compartilhe!

Comentários

App do Mês – Evernote

App do Mês – Evernote

Coisas que mudaram minha vida: Evernote.

Resolvi colocar no blog uma postagem mensal de um app que usei durante o mês e gostei muito – acho que é uma coisa legal pra compartilhar com homens e mulheres, afinal, nossa rotina é igualmente corrida e precisamos de toda e qualquer ferramenta para facilitar nossas vidas. O Evernote é um desses apps e eu já queria falar dele faz teeeeempo pra vocês.

Esse app junta coisas que precisamos muito em um lugar só: listas de afazeres, texto, foto, vídeo, gravação, scan de documentos impressos… Tudo junto. Nele, você consegue combinar todos esses itens em uma única anotação – ou em várias, você escolhe. O Evernote te permite criar cadernos: do trabalho, de afazeres pessoais… E, dentro desses cadernos, você pode ainda criar anotações, pra não misturar os temas diferentes num mesmo documento.

Como eu uso? Tenho usado pra tudo na minha vida. Tenho um caderno só do trabalho – aí nele coloco minha lista de afazeres, minhas anotações de reuniões e observações importantes. Tenho um outro caderno do blog, onde escrevo pautas de vídeos, ideias e agendas de postagens. Minha vida se tornou muito mais organizada com esse app.

A melhor parte: o Evernote trabalha em sistema de cloud – você escreve algo no computador, ele sincroniza automaticamente e você consegue ver tudo no celular ou iPad. Assim, é muito mais prático anotar coisas em reuniões ou algum lembrete que surgiu na sua cabeça na hora do almoço, por exemplo. Além disso, você consegue compartilhar notas com amigos, para que eles posam visualizá-las ou editá-las.

Tudo sobre o Evernote

Baixe o Evernote aqui no site, em suas versões para Windows, Mac OS, iOS e Android. Além disso, o Marcelo Toledo fez um post incrível em seu blog, contando o case da Evernote como startup – vale a leitura aqui.

Alguém aí usa? Me contem a experiência de vocês!

Beijos, C.

Compartilhe!

Comentários