Dica para unhas sem quebra e descamação

Dica para unhas sem quebra e descamação

A saga das unhas descamantes… 🙁

Não sei vocês, mas eu sofro muito com descamação e quebra das unhas. Por mais que eu tenha uma alimentação saudável, beba bastante água e use bases fortalecedoras, elas insistem em quebrar e fatiar (essa última principalmente), sempre nos mesmos lugares. Quando elas alcançam um determinado comprimento, eu já sei que vão quebrar e vou ter que cortar todas. É uma tristeza sem fim…

Até que, há algumas semanas, fui fazer as unhas com a Gil, a manicure da minha mãe (ela atende a domicílio em SBC – tel. 11 98704-1861), e eu comentei da situação das minhas unhas, até porque elas estavam quase na carne e eu pedi para que ela lixasse todas beeem curtinhas. Eu tenho um TOC danado de assimetria, então prefiro cortar todas do que ver uma ou duas de tamanho diferente das outras.

Para a minha surpresa, ela me pareceu super calma e plena e me respondeu: “Carla, fica tranquila que eu tenho um segredinho pra sua unha, garanto que suas unhas vão parar de quebrar e descamar”. Eu fiquei só o meme da Nazaré:

O que fazer com unhas quebradiças?

E agora, vem aí… O SEGREDO

Daí essa mulher tirou esmalte, lixou, empurrou as cutículas (pq eu não tiro cutícula, só o que tá realmente pra fora)… Nada de novo sob o sol. Antes de ela passar a base, ela passou óleo de semente de uva nas minhas unhas. É O QUE VIADO? Isso mesmo. Ela pegou um algodão com óleo de semente de uva, passou nas minhas unhas e cintou 15 min no relógio. Dado esse tempo, ela pegou um alogodão seco e passou nas unhas pra tirar o excesso. Depois disso, ela passou base e esmaltou normalmente.

Mas você deve estar se perguntando: Carla, mas o esmalte não saiu mais rápido não? Não, gente! Pelo contrário! Eu tô chocada em dizer que o esmalte durou (um pouquinho) mais, e minhas unhas pararam de descamar. Já estou na 3a esmaltação e minhas unhas não quebraram ainda, o esmalte tá inteiro e eu tô muito é satisfeita!

Update: unha do polegar não aguentou a 3a esmaltação, mas achei que sobreviveu muito mais do que antes!

Acho que fica aí a dica pra quem tem a mesma dificuldade que eu, com garras que não sobrevivem. O óleo de semente de uva é super fácil de achar, inclusive tem no site da Bella Cosméticos. Com o cupom NOTRABALHO, você tem direito a 10% de desconto nas suas compras pelo site.

Vocês têm mais alguma dica pra manter a de vocês saudáveis? Me contem aqui nos comentários!

Beijos, C.

Compartilhe!

Comentários

Tudo sobre a minha BICHECTOMIA

Tudo sobre a minha BICHECTOMIA

Relatos de uma bichectomia.

Agora, com 3 meses de pós operatório, venho aqui falar pra vocês sobre minha bichectomia. É uma cirurgia super polêmica, pesquisei muito antes de fazer, fui em vários médicos, até encontrar alguém que eu confiasse e que me explicasse tudinho que eu precisava saber. Fiz o procedimento com o Dr. João Paulo Blini, cirurgião dentista e biomédico, certificado no procedimento, e resolvi colocar pra vocês aqui as coisas na forma de perguntas e respostas pra ficar mais fácil.

Primeiro de tudo, porque vocês são ANSIOSES: as famigeradas IBAGENS!

Foto 1 (28/02) 11 dias antes de operar. Foto 2 (10/03) dia da cirurgia, 4h depois de operar. Foto 3 (11/01) dia seguinte à cirurgia. Notem que o lado direito (esquerdo de vocês) já tem bastante mudança no contorno. O lado esquerdo inchou bastante e isso estava relacionado com a minha disfunção de ATM, que mais grave neste lado e dificultou um pouco a remoção da bola.

Bichectomia: eu fiz!

Foto 1 (13/03) 3 dias após cirurgia, nesse dia fui trabalhar e caprichei no contorno porque ainda me sentia inchada. Foto 2 (31/03) já sem o contorno de maquiagem, é possível notar bastante diferença no ângulo da face. Foto 3 (02/06) quase completando o tempo total de recuperação, na foto mostro o lado que tem contorno facial menos definido. Mesmo assim, já é possível notar muita diferença em relação ao ângulo da face inicial.

Bichectomia - eu fiz!

Cirurgia

Doeu? É como arrancar um dente, só que mais tranquilo. Demorou 40 min pra fazer os dois lados, incluindo aplicação de anestesia. Super tranquilo. O ponto é absorvível e você não precisa voltar lá pra tirar. Tirei aproximadamente 3,8g de cada lado – isso é bastante! O normal é em torno de 2,5 a 3g.

Você tira toda a gordura da bochecha? A gordura começa abaixo da têmpora e sobe pela lateral da face – logo, não se retira completamente. A parte que é retirada é apenas abaixo da maçã do rosto.

Dá pra saber como vai ficar antes da cirurgia? Não. Ele não consegue prever o tamanho do formato da bola de Bichat. Apenas abrindo no procedimento e retirando pra ver. Tem rostos super redondos que saem 2,8g. Tem rostos mais ou menos que saem 3,5g.

Pós operatório

Incha muito? Nos 3 primeiros dias, incha sim, como eu disse, é semelhante a arrancar um dente. Depois disso, ele vai desinchando. Eu comecei a ver resultado depois de 10 dias – mas normalmente é só depois da segunda semana… Ele te instrui a fazer bastante gelo e enrolar o rosto com uma espécie de faixa (eu usei uma meia calça). Eu segui isso muito à risca.

Quanto tempo até atingir o resultado final? Como toda cirurgia plástica, entre 90 e 120 dias. O Dr. João Paulo recomenda fazer uma sessão de drenagem facial depois de 7 dias (eu vi esse vídeo da Andreza Goulart e fiz em mim mesma umas 4 vezes) pra ajudar a desinchar mais rápido.

Você não vai envelhecer mais rápido? Não. Alguns estudos mais recentes, feitos nos EUA, comprovaram que a remoção das bolas de Bichat auxiliam na redução do “efeito bulldog” e bigode chinês no envelhecimento facial – ou seja, ao contrário do que as pessoas acreditam, a bichectomia te deixa mais jovem, porém, é indicada para quem tem rostos de formatos arredondados. Essa foto aqui foi o resultado instantâneo pós cirúrgico de uma paciente +40 anos do Dr. João:

Bichectomia em paciente maior de 40 anos

O que eu achei do resultado? Estou muito satisfeita. Valeu muito a pena… Não acho que temos que esperar até nossos 40 anos pra fazer plásticas, temos que nos sentir bonitas ao longo de nossas vidas como um todo. Então sim, fez muito bem pra minha autoestima e autoconfiança.

Valor: R$3000. Há desconto para as manas que entrarem em contato com o Dr. João Paulo Blini, dizendo que viram meu post – telefone (11)99291-9192

É isso aí, pessoal, qualquer coisa, estou à disposição!

Beijos, C.

Compartilhe!

Comentários

Trench Coat de Segunda a Sexta

Trench Coat de Segunda a Sexta

Primeiro post da série: de segunda a sexta.

Resolvi inaugurar uma coluna nova aqui no blog pra vocês. No meu esforço de escrever duas vezes por semana, estou adiantando posts o máximo que consigo e fazendo o possível para trazer conteúdos interessantes pra vocês. Tudo dentro das pautas “no trabalho” que são da minha alçada, hehehe. Na coluna “de segunda a sexta”, vou falar um pouco sobre peças básicas de guarda roupa – coisas que valem o investimento. Porque você vai poder usar tanto pra looks mais formais (que chamaremos de segunda, looks no meio do caminho (chamaremos de quarta) quanto pra looks casuais (que vai ser a sexta). Começaremos pelo trench coat.

A proposta é ajudar quem está com dificuldades de montar um guarda roupa de trabalho básico e não sabe por onde começar. Ou quem já tem as peças em casa e queria mais inspirações pra sair do arroz com feijão. No tema de hoje, trench é uma terceira peça que vai com literalmente tudo! Desde vestidos até jeans e tênis. É realmente uma peça que toda mulher deveria ter no guarda roupa. Eu até já fiz post sobre ele (veja aqui).

Inspire-se!

Segunda-feira. O trench coat faz produções formais com vestidos, saias, camisas e calças, fazendo a vez de terceira peça e trazendo personalidade ao look. Como a grande maioria desse tipo de casaco é impermeável, são ótimas alternativas para sair para almoçar naquela garoa fina, sem perder o estilo.

Trench Coat de segunda a sexta: looks formais

Quarta-feira. Hora de começar a transformar o look. Ainda com saltos, o casaco acompanha calças com modelagens mais justas e sobreposições. Isso dá um ar moderno ao look, mas ainda mantém certa sobriedade. Outra alternativa é optar por mules, caso seu ambiente de trabalho permita calcanhares de fora. Geralmente, bancos e escritórios de advocacia são mais criteriosos com isso.

Trench Coat de segunda a sexta: looks entre o formal e o casual

Sexta-feira. Como eu comentei, trench coat é uma peça que literalmente vai com tudo. Os looks de sexta ficam particularmente estilosos, quando acompanhados de um tradicional trench. Tanto que os looks mais copiados do Pinterest são os de blusa listrada, jeans e sapato baixo. Afinal, são itens que todo mundo tem no armário!

Trench Coat de segunda a sexta: looks casuais

Gostaram das propostas? Salvei mais algumas coisas no Pinterest, vocês podem conferir aqui.

Beijos, C.

Compartilhe!

Comentários